Suplentes assumem cadeira no Legislativo
Você está em: Câmara de Vereadores de Iporã do Oeste, transparência e credibilidade .: Notícias
  • Suplentes assumem cadeira no Legislativo
  • 28.08.2017 - Resumo da 27ª Sessão Ordinária da

    8ª Legislatura da Câmara Municipal de Iporã do Oeste – SC

     

    Aconteceu na noite de segunda-feira 28 de agosto/2017, a 27ª Sessão Ordinária da 1ª Sessão Legislativa da 8a Legislatura da Câmara Municipal de Vereadores de Iporã do Oeste SC. Após saudar os presentes, o Presidente do Poder Legislativo, vereador Lairton Hahn, solicitou a Diretora da Câmara Ivete Haas, para que proferisse a chamada nominal dos vereadores, e  constada a presença regimental, o Presidente, “sob a proteção de Deus e, em nome do Povo de Iporã do Oeste”, declarou aberto os trabalhos da noite, fazendo a leitura da pauta da sessão.

     

    Pequeno Expediente

     

    Na sequência dos trabalhos foi colocada em discussão e votação a ata nº 32/2017, relativa a 26ª Sessão Ordinária realizada no dia 21 de agosto de 2017, a qual foi aprovada por unanimidade dos votos.

    Em virtude da solicitação de licença para assuntos particulares dos Vereadores Sérgio Antônio Suzin, Fernando Ott, Noiri João Kosmann e Adriano Klein, foi feita a leitura dos Ofícios CMV nº 047, 055, 057 e 058/2017, expediente de convocação dos Suplentes a vereador: Sírio Asmann, Jair Pedro Bohn, Marinês Bordignon e Cladi Marizi Balbinot Jantsch.

    Como a documentação solicitada aos suplentes já foram apresentadas junto a secretaria, o presidente da Casa, deu prosseguimento ao ato de posse, solicitando aos mesmos que proferissem o juramento Regimental. Isso posto, o presidente da Casa Lairton, assim se pronunciou: “Declaro empossados os Senhores Vereadores e Senhoras Vereadoras que prestaram compromisso e defiro-lhes as prerrogativas dos direitos e deveres do Poder Político outorgado”. Por fim, convidou os vereadores empossados para tomar assento e desejou–lhes um bom trabalho na Casa Legislativa.

    Feito registro nesse espaço o registro dos eventos sociais do Município, que foram encaminhados à Secretaria da Câmara.

     

    Matérias do dia

     

    Requerimento de Informação nº 007/2017 - de autoria do vereador Darci José de Souza, requerendo ao executivo:

    I – Que preste informações a respeito das ações desenvolvidas, durante este ano, através do Programa “Nossa Rua, Nossa Cidade” instituído pela Lei número 1.046 de 01 de novembro de 2005, que visa a cooperação município/comunidade com incentivos para execução de obras de infraestrutura no perímetro urbano de Iporã do Oeste.

    II – Que informe as ações e próximas projeções em relação à Infraestrutura e pavimentação de ruas no município de Iporã do Oeste;

    III – Que informe as atividades realizadas pelo poder público no que diz respeito as ações e obras de Pavimentação de Passeios Públicos.

    Colocado em discussão e votação o requerimento de informações, foi aprovado por maioria de votos.

     

    Requerimento de Informação nº 008/2017 -  de autoria da vereadora Irmí Rohr Schneiders, requerendo ao executivo:

    I – Que preste informações a respeito do Programa de recolha de lixo eletrônico.

    II – Que informe quando terá a primeira recolha de lixo eletrônico e quais são os pontos de recolha;

    III – Que informe com ampla divulgação, se a recolha das lâmpadas fará parte do programa.

    Colocado também em discussão e posterior votação nominal, foi aprovado por unanimidade.

     

    Grande Expediente

     

    O vereador Darci de Souza, ao usar da palavra, cumprimentou a todos e deu as boas-vindas aos vereadores empossados nesta noite, desejando-lhes um bom trabalho e disse que espera que ajam em favor da população que os colocou ali através do voto e não apenas em defesa do prefeito municipal. Parabenizou a comunidade de Linha Quilombo pela festa realizada no último domingo, que segundo ele, teve êxito. Falou que a administração passada sempre foi alvo de críticas em relação as ações desenvolvidas pelo departamento das estradas, principalmente que as faziam em vésperas de festividades nas comunidades contempladas, e admitiu que realmente acontecia, mas que os trajetos iniciados eram concluídos. Verifica, no entanto, que agora se continua trabalhando, nas vésperas, nos trajetos das comunidades com festividades programadas, com uma diferença, sem concluir o serviço. Que esteve no interior do município e verificara nas placas expostas, o recurso vindo do Fundo Social para investir nas estradas do município, um no valor de R$ 199 mil para o trajeto de Linha Macucozinho, Monte Maria e Passo Fundo, e outro, também de R$ 199 mil para recuperar o trajeto de Linha São Lourenço, Linha Quilombo e Macucozinho. Que o recurso não é bem aplicado, pelo jeito que os serviços estão sendo realizados, e por causar muito transtorno aos que transitam. Criticou a situação na qual há algumas semanas veio ofício à Câmara do Executivo Municipal convidando três vereadores para acompanhar o prefeito à capital do País, que esta ação não havia sido discutida com os vereadores, e que viajaram três vereadores do mesmo partido político, no qual poderia ter-se solicitado um representante das bancadas, segundo o mesmo, que essa foi uma decisão da Mesa Diretora. Que espera cópia do parecer jurídico em relação à aquela situação. Pois quando ele e o colega Gilberto Rüchel requereram autorização para participar de curso em Brasília foi solicitado um parecer jurídico e o mesmo manifesta-se em relação as despesas que a viagem e as diárias dariam à câmara, os quais seriam incompatíveis com outros cursos já realizados no estado, e o pedido foi negado. Disse que a situação da Casa Legislativa não está boa, que há um vereador que mora em outro município e recebe bônus por aquele município, que atua neste município como vereador e viaja com os recursos daqui, que isso não é coerente.

     

    Ordem do Dia

     

    Antes de colocar em discussão e votação o PL 027/2017, o presidente da Casa informou que o projeto a ser discutido na sequência era o PPA – Plano Plurianual para quadriênio 2018-2021. Conforme o Regimento interno da Câmara de Vereadores no Art. 383, define que após discutido e aprovado em primeira discussão, o projeto permanecerá, sobre a Mesa durante duas sessões ordinárias seguintes, para o recebimento de emendas dos membros da Câmara, encaminhadas diretamente à Comissão de Finanças e Orçamento para apreciação.

    Projeto de Lei do Executivo nº 027/2017 - que institui o Plano Plurianual do Município de Iporã do Oeste SC, para o quadriênio 2018-2021 e dá outras providências, colocado em primeira discussão e votação, foi aprovado por unanimidade de votos.

     

    Explicação Pessoal

     

    O vereador Jair Pedro Bohn, inicialmente agradeceu a oportunidade que lhe foi dada em assumir uma cadeira no Legislativo. Sugeriu aos membros da Casa que procurem agir com cautela no trato um para com o outro e que todos trabalhem para o bem do povo. “O pessimista encontra dificuldade numa oportunidade. Já o otimista vê na dificuldade uma oportunidade”. Lembrou que por ocasião do pleito eleitoral, não prometera nada a ninguém. Finaliza dizendo: “vou trabalhar para o povo de Iporã, sem olhar para lado algum e sim a direção correta, porque não fiz aliança com homem algum, aliança se faz com Deus”.

     

    A vereadora Irmí Rohr Schneiders, primeiramente parabenizou os novos membros da Casa e desejou um ótimo trabalho a todos. Compartilhou com os presentes sua conquista pessoal, da sua formação Acadêmica junto a FAI de Itapiranga – Bacharel em Serviço Social. Que está muito feliz pela conquista, pois suas oportunidades para estudar eram sempre muito restritas, e apresentou um histórico da sua juventude e tempos de estudo. Disse também que estará se deslocando a capital do estado, juntamente com o presidente do hospital Nossa Senhora das Mercês Ademar Schneiders e o vice tesoureiro Mário Klamp para terem uma audiência com deputados estaduais, Luciane Carminatti e Dirceu Dresch, juntamente com a Celesc, com o intuito de buscar recursos para implantar na instituição hospitalar uma energia mais sustentável econômica e ambientalmente.

     

    O vereador e Presidente do Legislativo Lairton Hahn, ao fazer o uso da palavra justificou sua posição negativa quanto a não autorização da solicitação de participação em seminário promovido pela UVESC na capital Federal. Disse que o convite para participar do evento estava na secretaria da Câmara há mais de um mês e somente na última semana os vereadores requereram autorização para se liberar e participar. Segundo Lairton, as passagens aéreas compradas em última hora são muito caras e fez um paralelo entre o custo das passagens adquiridas há um mês estas que deveriam ser compradas agora. Fez também um comparativo dos custos do curso onde foram capacitados nove vereadores e agora o custo para capacitar dois, que a diferença é muito elevada e seria incoerente autorizar a participação em Brasília. Lembrou ainda que o convite dirigido a Casa para acompanhar o prefeito a Brasília, foi dirigido a todos os vereadores, mas que ninguém da bancada de oposição demonstrou interesse em participar da viagem. Mas afirmou que se um vereador requerer autorização com o propósito de buscar recursos para o Município, ele estará sempre autorizando e liberando o vereador para este fim. Pois quando prefeitos e vereadores viajam para reivindicar recursos para a municipalidade e os recursos se efetivam e são promissores, essas despesas com diárias se justificam.

     

    Não havendo mais nada a ser discutido, o Vereador e Presidente da Casa Lairton Hahn, deu por encerrada a Sessão e convocou todos os vereadores para a próxima sessão ordinária a ser realizada no dia 04 de setembro de 2017, às 19h na plenária da Câmara Municipal de Vereadores.

     

     

    Acesse:  www.camaraipora.sc.gov.br -  confira as fotos e o áudio completo das sessões.