Na 6ª Sessão Ordinária de 2018, dois projetos foram matéria do dia.
Você está em: Câmara de Vereadores de Iporã do Oeste, transparência e credibilidade .: Notícias
  • Na 6ª Sessão Ordinária de 2018, dois projetos foram matéria do dia.
  • Resumo

    6ª Sessão Ordinária de 2018 – 12/03/18

    8ª Legislatura da Câmara Municipal de Iporã do Oeste – SC

     

    Na noite de segunda-feira 12 de março de 2018, ocorreu a 6ª Sessão Ordinária da 2ª Sessão Legislativa da 8ª Legislatura da Câmara Municipal de Vereadores de Iporã do Oeste SC. Após a saudação aos presentes, o presidente do poder legislativo, vereador Sérgio Antônio Suzin, solicitou ao 1º secretário da mesa, vereador Fernando Ott, a chamada nominal para verificação de quórum. Todos vereadores responderam a chamada e então o presidente, “sob a proteção de Deus e, em nome do Povo de Iporã do Oeste”, declarou aberto os trabalhos da noite, e a seguir fez a leitura da pauta da sessão.

     

    Pequeno Expediente

     

    Apreciação e votação da Ata nº 63/2017 da 5ª Sessão Ordinária, realizada no dia 05 de março de 2018, e ata nº 64/2017 da 1ª Sessão Extraordinária realizada no mesmo dia, as quais foram aprovadas por unanimidade.  

    Correspondências encaminhadas à casa:

    Ofício GP nº 030/2018 que informa o encaminhamento de dois projetos de lei;

    Comunicados CM003953/2018 e CM009528/2018 do Ministério da Educação;

    Eventos sociais previstos no calendário da ASI.

     

    Matérias do Dia

    Projeto de Lei nº 006/2018 que AUTORIZA REAJUSTE NAS MENSALIDADES PAGAS A AMEOSC E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Após a leitura do Ofício GP nº 029/2018 que solicita a apreciação e votação em Regime de Urgência o Projeto de Lei nº 006/2018, o presidente colocou o pedido em discussão. Como não houve manifestação por parte dos demais vereadores, colocou o pedido em Regime de urgência em votação nominal, o qual foi aprovado por unanimidade.

    Projeto de Lei Substitutivo nº 004/2018 que ALTERA LEI MUNICIPAL Nº 1.809 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2017 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Após a leitura do Ofício GP nº 031/2018 que solicita a apreciação e votação em Regime de Urgência o Projeto de Lei Substitutivo nº 004/2018, o presidente colocou o pedido em discussão. Como não houve manifestação por parte dos demais vereadores, colocou o pedido em Regime de urgência em votação nominal, o qual foi aprovado por unanimidade.

    Os projetos serão encaminhados para análise das comissões, parecer jurídico e tramitação em regime de urgência.  

     

    Grande Expediente

     

    O vereador Mário Heck utilizou a tribuna para, incialmente, questionar o não acontecimento da reunião marcada para análise das mensagens que deram entrada na ouvidoria e solicitou informações a respeito. Depois, o vereador abordou o problema da falta de abastecimento de água no município. Heck relatou que, em sua opinião, falta vontade para resolver o problema. Apesar de concordar que a responsabilidade seja da concessionária e que contratos mal feitos no passado existiram, disse que o tema foi bandeira de candidatos no período eleitoral passado e que até agora nada foi feito. Citou um veículo de mídia impressa, na qual um ex-vereador depôs afirmando que o atual prefeito está “trancando a solução do problema”. Heck disse que se sente triste, pois as pessoas gostariam de realizar limpeza aos finais de semana, inclusive lavar roupas e espera o cumprimento do plano de governo divulgado na campanha eleitoral. Mário Heck mudou o assunto e passou a tratar do esporte. Trouxe notícias veiculadas em redes sociais, que divulgam o julgamento imposto pela liga fronteiriça, devido a invasão de campo durante partida do Grêmio União sub 18 pela pessoa do prefeito municipal. Para Heck, não há borracha para apagar esse tipo de atitude.

     

     

    Ordem do Dia

     

    O presidente Sérgio Antônio Suzin explicou que o Projeto de lei nº 004/2018 que estava em tramite em regime de urgência foi substituído pelo executivo no dia 09/03/2018, e por isso, não estava na pauta da ordem do dia para discussão e votação.

     

    Explicação Pessoal

     

    O vereador Fernando Ott utilizou a tribuna para falar a respeito da coluna de opinião da imprensa escrita local. Segundo o vereador, este veículo divulgou estar sofrendo ataques oriundos de sua fala na tribuna na câmara. Ott explicou que não pretendeu atacar ninguém, apenas alertar os leitores desta mídia para que percebam a parcialidade nas informações divulgadas. Que o jornalismo, em sua essência, deve ser imparcial na divulgação dos fatos, o que não ocorre com o referido jornal. Fernando expôs dados que buscou nos portais de transparência, que remetem as diárias de prefeitos da região. Comparou os dados do prefeito de Iporã do Oeste e de Mondaí. Segundo os dados apresentados, o prefeito da cidade vizinha gastou cerca de R$ 5000,00 a mais que Iporã e não foi matéria de capa do jornal. Os dados mostraram que o governo de Mondaí gastou cerca de R$ 57 mil no ano de 2017 com o referido veículo de imprensa, enquanto Iporã não gastou “nem um real”. Fernando concluiu perguntando se o contribuinte concorda que os prefeitos utilizem o dinheiro dos pagadores de impostos, para serem bem falados pelos jornais. Despediu-se agradecendo a todos.

     

    Portanto, o presidente do legislativo, vereador Sérgio Antônio Suzin, agradeceu a todos, e não havendo mais nada a ser discutido e a pauta concluída, declarou o término da sessão. Convocou os vereadores para na sequência participarem da 7ª Sessão Ordinária que acontecerá no dia 19 de março de 2018, segunda-feira, com início às 19 horas, no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Iporã do Oeste – SC.

     

    Ouça o áudio completo da sessão clicando aqui.